INICIAL
Quadrilha do Oeste da Bahia é presa por assalto a banco no Piauí
“Eles estavam escondidos no mato em uma área de aproximadamente 20 hectares. Era uma região onde no dia do assalto, após perseguição, eles tiveram os pneus da L200 furados e caíram numa ribanceira. Foi depois desta queda que tivemos o primeiro confronto e conseguimos prender o primeiro acusado”, descreve o coronel Rubens Pereira.

Uma quadrilha formada por nove homens assaltou o Banco do Brasil da cidade de Curimatá no estado do Piauí, na terça-feira (3), foi desarticulada.

 

A Polícia Militar do Piauí encerrou a operação que prendeu todos os assaltantes do Banco do Brasil de Curimatá, no Sul do Estado. Após um confronto contra o bando que envolveu também as polícias de Barreiras, Luis Eduardo Magalhães e Formosa o Rio Preto, um dos assaltantes foi morto. Marcelo Lopes Rodrigues, vulgo Pisca-Pisca, de 24 anos (Barreiras-Ba), morreu após reagir à polícia.

 

De acordo com o comandante da Polícia Militar, coronel Rubens Pereira, o confronto com os acusados aconteceu no povoado Santa Teresa, entre as cidades de Parnaguá e Júlio Borges. 
Na operação, foi preso José Nascimento Machado de 20 anos (Correntina-BA), Diego Almeida Costa 20 anos (Barreiras-BA), Flávio de Lima Santos (Santa Maria da Boa Vista-PE), Evanildo Pereira dos Santos de 29 anos (Luis Eduardo Magalhães-BA), Eles se juntam aos três baianos que foram detidos anteriormente: Adailton Balbino de 50 anos (Barreiras-BA), Jaelison Silva Araújo 27 anos (Salgueiro-PE) e Ricardo da Silva Torres de 29.


A polícia encontrou ainda, uma pistola 40, uma escopeta, dois revólveres calibre 38 e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 116 mil, que foi contabilizada por funcionários do banco na presença da polícia.

 

“Eles estavam escondidos no mato em uma área de aproximadamente 20 hectares. Era uma região onde no dia do assalto, após perseguição, eles tiveram os pneus da L200 furados e caíram numa ribanceira. Foi depois desta queda que tivemos o primeiro confronto e conseguimos prender o primeiro acusado”, descreve o coronel Rubens Pereira.

 

A operação desta terça-feira, além de ter a atuação de policiais militares do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), Grupamento Tático Aero policial (GTAP), que utilizou o helicóptero, e policiais do 7° Batalhão da Polícia Militar, contou também com a CIPE Cerrado e Policia Militar de Barreiras, formosa do Rio Preto e Luis Eduardo Magalhães. Os trabalhos foram comandados pelo tenente-coronel Gomes. A Comissão Investigadora do Crime Organizado (Cico) também está presente na região e dará continuidade aos trabalhos.

 

“A Polícia Militar está dando a resposta à altura. Estamos fortalecendo as ações da PM porque confiamos na coragem, determinação, destreza e capacidade de articulação dos nossos policiais que estão sempre de prontidão quando não é possível evitar o crime pelo policiamento ostensivo”, acrescentou o coronel Rubens Martins.

 

O militar ressalta que a quadrilha é formada por integrantes da Bahia e de Pernambuco. “Eles são responsáveis por uma série de assaltos a bancos na região da Bahia e Pernambuco. Todos têm passagem. Felizmente, a Polícia Militar, competentemente, agiu de forma rápida. Aqueles que vierem ao Piauí para fazer assaltos, ou mesmo os que são daqui, podem ter certeza de que a PM vai dar a resposta necessária”, finalizou.

 

Jordhan Araujo